ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video


Vereadores que fazem oposição a prefeita Joyce Renally votaram contra a aprovação do Projeto de Lei nº 32 que autoriza o Poder Executivo Municipal a conceder auxílio-moradia e auxílio-alimentação aos médicos vinculados ao Programa Saúde da Família - PSF do Município de Duas Estradas. Os Vereadores Derivaldo Ferreira e Leandro Fagner (conhecido por Leo) votaram contra e o vereador Felipe do Abacaxi esteve ausente da sessão que ocorreu no último dia 17 de maio. A lei foi aprovada por todos os vereadores da situação.

A Prefeita Joyce Renally agradeceu a sua bancada, na Câmara e lamentou a falta de visão dos vereadores da oposição que na hora de votar nesse Projeto de Lei tão importante para a manutenção dos médicos no Município, não lembrou da população, que é quem mais precisa. “A cidade sempre passou por dificuldades em manter esses profissionais justamente porque na hora de assinar o contrato, eles diziam que o salário estava abaixo da média ou tinham propostas melhores, então, tivemos a ideia junto com nossa assessoria jurídica de enviar uma proposta de lei em que, constitucionalmente, pudesse melhorar o salário dos médicos e assim, resolvermos de vez esse problema que tínhamos em nosso município”, disse a Prefeita.

De acordo com um estudo divulgado em 2015 pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo, existem 399 mil médicos no país e, 55% deles, ou seja, quase 220 mil, preferem trabalhar nas capitais e regiões metropolitanas, é visível, portanto, a dificuldade em manter esses profissionais da saúde em cidades interioranas, como é o caso de Duas Estradas.

Apesar do concurso público para médico ainda está em vigor, não existem candidatos a serem convocados e ainda existe uma grande dificuldade para a contratação de médicos por excepcional interesse público, pois muitos alegam não compensar o deslocamento para Duas Estradas por uma remuneração bruta de R$ 10.000,00 (dez mil reais) e foi justamente para minimizar esse problema, que a Prefeita Joyce Renally resolveu tomar a decisão de buscar uma solução através dessa lei que implanta os auxílios moradia e alimentação como forma de  atração para os médicos, a fim de suprir as vagas que estavam em aberto.

Atualmente, no município estão atuando na zona urbana a médica Lygia Freire e na zona rural, o médico Luiz Santana, ambos prestando ótimos serviços a nossa população.
3
0 Comentários

Postar um comentário