ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video


O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) e o ex-governador da Paraíba, Roberto Paulino (PMDB), reagiram às declarações do senador José Maranhão (PMDB) neste fim de semana que pregou a convergência com o PSDB paraibano, alegando que as ‘divergências’ provocaram prejuízos à Paraíba. Enquanto o parlamentar não viu sentido no rompimento da aliança entre PMDB e PSB, o ex-governador garantiu que vai resistir à composição.

“Eu divirjo das opiniões do senador José Maranhão. Eu não faço parte dessa corrente que eu não sei o que significa dentro do PMDB que apoiou em 2014, quase que unanimemente, o PSB. Eu não vi razões para que o PMDB se desligasse do projeto para aliar-se a quem, sabidamente, tem outro projeto”, disse Veneziano.

Roberto Paulino admitiu que vai aceitar a decisão do partido, caso a aliança com os tucanos permaneçam, mas deixou claro que não sobe no mesmo palanque do prefeito Zenóbio Toscano (PSDB) em Guarabira.

“Eu vou resistir enquanto eu puder para fazer aliança com o PSDB. Eu vou fazer algumas restrições, mas se prevalecer a maioria, eu tenho que acatar, mas eu não me vejo no mesmo palanque, em Guarabira, com o atual prefeito”, avisou Roberto Paulino.


3
0 Comentários

Postar um comentário